Engolir Sapo
Em uma das minhas participações no programa Mais Você, eu falei sobre “Engolir Sapo”.

“É uma coisa que todo mundo passa por isso. Quem não engole sapo não vive em sociedade.”

A diferença é quantidade de sapo que determinada personalidade suporta. Algumas pessoas são muito contidas, tolerantes, tímidas e tendem a martirizar certos sentimentos. Elas sofrem com isso e nem ficamos sabendo. Essa personalidade mais pré-disposta ao silêncio, demora mais tempo para adoecer, e quando isso acontece, geralmente são com doenças físicas ou autoimunes, afinal engolir sapo é sempre uma situação de frustração.
Por outro lado, pessoas mais impulsivas e que tendem a não engolir (ou aceitar) determinadas situações, também adoecem. Cada “explosão” de impaciência gera uma descarga de adrenalina no organismo que a médio e longo prazo aumentam o cortisol (hormônio do estresse prolongado).
Portanto, meus queridos. Fique atentos ao equilíbrio.
Ana Beatriz